Movimentação portuária cresce 4,3% no segundo trimestre de 2017, diz Antaq

A Agência Nacional de Transportes Aquaviário – ANTAQ divulgou as estatísticas da movimentação dos portos organizados e instalações portuárias privadas do segundo trimestre de 2017. Os dados mostram que os portos organizados e os terminais privados (TUPs) movimentaram 270,6 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 4,3% em relação ao mesmo período de 2016, totalizando um acréscimo de 11,3 milhões de toneladas.

Os destaques foram Paranaguá, com crescimento de 3,9%; Itaqui, que registrou um avanço da ordem de 4%, e São Francisco do Sul, que obteve uma alta de 7% na comparação entre os segundos trimestres de 2016 e 2017. Já os terminais de uso privado (TUPs) registraram movimentação de 177,5 milhões de toneladas brutas, sendo um dos destaques o Terminal Aquaviário de São Sebastião, que na comparação com o 2º trimestre de 2016 teve alta de 19,1%, um incremento de aproximadamente 2 milhões de toneladas. Outro destaque foi o Terminal portuário do Pecém, que obteve 57,9% de aumento em comparação ao segundo trimestre de 2016. Tipos de navegação A navegação de longo curso foi a mais representativa dos tipos de navegação, com 74,5% do total de cargas movimentadas no segundo trimestre de 2017. Em seguida, vem a cabotagem (19,5%), navegação interior (5,7%) e apoio marítimo e portuário (0,3%). A principal explicação para o acréscimo no segundo trimestre se deveu ao desempenho registrado na tonelagem exportada de Combustíveis Minerais (+20,1%) e na importação de Fertilizantes (+10,2%). As exportações corresponderam a 82,1% da movimentação de longo curso no período.

A movimentação de contêineres na cabotagem registrou alta de 4,9% no segundo trimestre desse ano, quando comparado com o mesmo período de 2016. Já na navegação interior, foram movimentados 15,4 milhões de toneladas, aumento acima de 20%. Esse bom desempenho se deve ao crescimento de 5,4% no grupo de sementes e grãos, bem como a boa performance do grupo de Minérios, que registrou aumento de 114,1% no segundo trimestre desse ano, quando comparado ao mesmo período de 2016.

Fonte: Antaq